Como as Emoções Podem Afetar Sua Saúde Física

Como as Emoções Podem Afetar Sua Saúde Física

Pode parecer impossível no início, mas suas emoções têm um efeito muito físico e tangível sobre sua saúde. Quando você sente uma emoção, se você prestar atenção à sensação da emoção, você vai notar que você sente isso em algum lugar em seu corpo. Poderia ser em seu estômago, no seu peito, na garganta, cabeça, ou em qualquer outro lugar. Esta sensação que você está sentindo é uma reação biológica. As emoções são físicas, embora você não as registre conscientemente como tal.

O que são emoções?

Emoções são os rótulos que damos às sensações que sentimos em nossos corpos que resultam de uma reação química. As emoções negativas são produzidas por diferentes graus do estado de estresse conhecido como reação de “lutar, congelar ou fugir”. As sensações de raiva, medo, depressão, ansiedade, solidão, rejeição, etc, que você sente, são os resultados das combinações de hormônios do estresse como o cortisol e adrenalina.

Por outro lado, as sensações de amor, paz, bondade, gratidão e outras emoções positivas são causadas por elementos químicos muito diferentes, que incluem endorfinas.

A combinação específica destes elementos químicos provoca uma sensação especial. A mente consciente interpreta essa sensação como uma emoção, e acrescenta pensamentos a ela. Estes pensamentos, por sua vez desencadeiam maiores quantidades dessa química em nosso corpo, e assim que o estado emocional particular é prolongado.

Humores e temperamentos

Se este ciclo de sensação e pensamentos é mantido durante um certo período de tempo, torna-se reconhecido como um “humor”. Se continuar por um período mais longo, torna-se um “temperamento” – parte da personalidade da pessoa.

Como as Emoções Podem Afetar Sua Saúde FísicaOs efeitos físicos das Emoções

O coquetel de elementos químicos que inundam a corrente sanguínea faz mais do que causar sensações que reconhecemos como emoções. Ele aciona certas respostas fisiológicas no corpo. Por exemplo: Um dos produtos químicos produzidos no sentimento de bondade é a oxitocina. A medida que se desloca através da corrente sanguínea, a oxitocina é absorvida, resultando em um produto químico que dilata os vasos sanguíneos. Isto significa que sempre que você está sentindo a bondade, os vasos sanguíneos são dilatados -o que baixa sua tensão arterial. No longo prazo, estar num estado de bondade pode ajudar a reduzir o endurecimento das artérias e as doenças cardíacas.

Contrariamente a isto, os produtos químicos do estresse (cortisol) que produzem as sensações de estados emocionais negativos fazem com que o corpo entre num estado de emergência. O estado de lutar, congelar ou fugir, que foi projetado para nos ajudar a sobreviver diante de perigos físico, pode ser simplesmente provocado pelo pensamento. Isto significa que quando você está sentindo uma emoção negativa, seu corpo está respondendo como se você estivesse sendo ameaçado por um predador, embora não exista tal ameaça física.

Algumas das respostas desse estado de tensão são:

– O sangue é bombeado dos órgãos para as extremidades (para lutar ou fugir)

– Os sistema digestivo é minimizado (não é necessário para escapar de um ataque)

– A cura é retardada ou suspensa (não é necessário para escapar neste momento)

– As moléculas dos produtos químicos do estresse substituem aquelas dos nutrientes, que são absorvidas pelas células

– A atividade no córtex pré-frontal do cérebro é reduzido (não é necessário para a fuga de emergência)

– O sistema imunológico é afetado e comprometido.

Como você pode imaginar, todos estes efeitos são inofensivos no curto prazo. No entanto, quando uma pessoa vive num estado de emergência, a maior parte do tempo – isto é, sentindo emoções negativas a maior parte do tempo – isso pode resultar em danos significativos para o corpo. Desde de células que não recebem nutrientes suficientes a órgãos que não recebem fluxo de sangue suficiente – de forma contínua – os efeitos podem ser terríveis.

Somado a doença, que pode resultar num corpo a ser submetida aos efeitos de um estado de emergência em curso a longo prazo; as químicas de emoções negativas podem afetar a expressão genética. A Epigenética é uma ciência relativamente nova, mas já mostrou resultados significativos na conexão entre produtos químicos de estresse e a ativação de genes específicos em formas específicas.

A pesquisa em epigenética mostrou que as moléculas de hormônios do estresse faz com que alguns genes se ativem de forma que eles não fariam na ausência destes hormônios. Em outras palavras, as doenças genéticas podem ser ativadas por estados emocionais de estresse prolongado.

A conexão entre as emoções e a saúde física

Como você pode ver, há uma ligação física sólida entre as emoções que você sente e sua saúde física. O corpo foi projetado para suportar (e até mesmo prosperar em) curtos períodos de luta, congelamento ou fuga. O mesmo não foi concebido para sobreviver em um estado permanente ou de longo prazo de emergência. Considerando esta informação, obviamente torna-se uma prioridade encontrar maneiras de reduzir a quantidade de tempo que você gasta em estados emocionais negativos; e aumentar o tempo que você gasta se sentindo bem.

A solução

Usando FEFT você pode curar seu corpo, alterando os registros em seu subconsciente, que solicitam o seu cérebro a desencadear o estado de lutar, congelar ou fugir que se tornou um hábito e/ou condicionamento.
Entre na fila e agende uma sessão de FEFT. Permita-se! Você pode fazer isso através do e-mail [email protected] ou pelo Whatsapp: 22.99817.1363

Experimente a PAZ
Rogério Peixoto

#experimenteapaz
#FEFT
#MétodoRLGdeCoaching
#MeditaçãoComTapping

 

Experimente essa Meditação com Tapping e depois escreve nos comentários o resultado.

Para comprar os áudios completos da Meditação com Tapping clique AQUI

 

Compartilhe