Protegido: “Autoestima não é tudo; só que não existe nada sem ela!” Gloria Steinem (Para acessar esse conteúdo você deve estar cadastrado em minha lista VIP!)

Protegido: “Autoestima não é tudo; só que não existe nada sem ela!” Gloria Steinem  (Para acessar esse conteúdo você deve estar cadastrado em minha lista VIP!)

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

  • Pingback: Propósito de Vida, qual o seu? Descubra e melhore - Experimente a Paz()

  • Helenice Rodrigues de Oliveira

    Olá Rogério! Tudo cada vez melhor.
    Não vou negar que na correria do dia a dia nós negligênciamos em vários aspectos, dores ,alegrias,tristezas, necessidades e o que é pior ,negligênciamos nosso próprio limite.
    Não vou mentir que ao participar de alguns exercícios, a realidade de me reencontrar me assustou um pouco, mas depois o auto conhecimento esta fazendo aos poucos eu me desvencilhar de costumes que me faziam mal, ao mesmo tempo estou tentando substitui-los por hábitos melhores.
    Agradeço sua dedicação para com nós,ainda estou nos primeiros passos, mas,estou cada vez melhor.
    Forte abraço.

    • Opa Helenice!
      Quanta felicidade em saber que está dando seus passos e sentindo-se cada vez melhor!
      A jornada se faz assim mesmo, com um passo e depois outro!
      Autoconhecimento é algo constante, porque hoje já não somos mais quem fomos ontem…
      Grato por seu comentário! Participe sempre!
      Rogério Peixoto!
      #ExperimenteaPaz

  • Pingback: "Baixa autoestima é como dirigir pela vida com o freio de mão puxado" - Maxwell Maltz - Experimente a Paz()

  • Flávia

    Isso. :/

  • Ronan

    Rogério, cada vez melhor! Sem dúvida nenhuma que sou grato por ter acessado umas das dua lives no periscope. A cada exercício que vc propõe, me traz a certeza de que estou no caminho certo com a pessoa certa e com métodos certos. Os sintomas da baixa estima,traduz bem essas experiências emocionais que carrego a anos. E que eu criei e alimentei de forma errônea dentro de mim. Obrigado por esse artigo, obrigado por se interessar em me ajudar a experimentar a paz. De vários caminhos que busquei. Aqui é o caminho mais certo que encontrei. Gratidão ??

    • Opa Ronan!
      Pode contar comigo! Fico feliz que esteja encontrando seu caminho agora e sei que vai encontrar-se cada vez mais!
      #experimenteapaz

  • MARA

    Olá Rogério, “tudo cada vez melhor?” – (grata pela lição no cumprimento.)
    Agradeço a permissão para participar e acessar o conteúdo “autoestima…
    Gosto de estudar e ler e sempre que possível , com algum esforçooooo… me vigiar e buscar o autoconhecimento e praticar o estudado.
    Como agora com a leitura do artigo, VÁRIOS SINTOMAS….sinalizando que aí tem algo a ser investigado .
    mas também entre os itens citados, já lido e pratico com naturalidade, aceitação e alegria. Também, aí tem, elementos
    a investigar pois mesmo com ansiedade, raiva, baixa energia, falta de concentração , em alguns momentos, também
    gosto de elogios e como! Também de ficar só e não me sentir só, gosto de ficar comigo em silencio. As dúvidas, em grande quantidade, aí pega mais porque , por onde começar a investigar???? O difícil mesmo Rogério é onde tudo começa: O QUE EU QUERO MESMO?, ONDE QUERO CHEGAR? E POR QUE QUERO ISSO, AO PONTO DE ME FAZER PERSEVERAR E ME ENCONTRAR FELIZ EM TODO O PROCESSO.?

    Gratidão Rogério pelo texto, pois me provou à reflexões que projeto que me indiquem liberdade nas escolhas para SER E PRONTO. Grande abraço

    Mara

    • Opa Mara! Comigo Tudo Cada Vez Melhor! 😉

      Fico feliz em ter, de alguma forma, contribuído com seu autoconhecimento.
      Verdadeiramente essa é minha proposta.

      Sobre onde começar a investigar, eu diria para procurar onde mais “dói”. Livre-se da maior dor primeiro, e todas as outras parecerão mais brandas depois. Importante é dar esse passo!

      Continue suas reflexões, e lembre-se de entrar em ação, porque sem ação não há mudança de resultados!

      Experimente a PAZ!

  • Alessandra

    Olá Rogério! Adorei o artigo. Já estou louca para fazer os próximos exercícios. Gratidão!!!

    • Opa Alessandra! Tudo Cada Vez Melhor?
      Fico muito feliz em saber que gostou do artigo!
      Obrigado por me deixar saber disso! Quem sabe alguém mais possa estar precisando conhecer esse material também?
      Compartilhe 😉
      Experimente a PAZ

  • Andréa Albaneze

    Adorei o texto e tenho certeza que os que os outros vão me ajudar muito a me entender e me reerguer,
    Grata
    Andréa

    • Opa Andréa! Tudo Cada Vez Melhor?

      Fico feliz que você tenha gostado do texto!

      E se você entender que mais alguém pode se beneficiar com esse conteúdo, Compartilhe!

      Experimente a PAZ!

  • Marileide

    Gostei muito do texto, pois várias vezes me identifico com algumas situações. Obrigada pelos emails.

    • Opa Marileide!
      Obrigado por dar sua opinião! Ela é muito importante para mim!
      Tomar consciência de algumas situações é o primeiro passo para melhorar sua relação consigo mesma e com todo o resto ao seu redor!
      Experimente a PAZ!

  • Helio Lopes

    Acabei de ler o artigo. Dentre os sintomas de baixa auto-estima elencados, me encontrei no seguinte:
    1) Constantemente busco a perfeição;
    2) Exagero os meus problemas (pelo menos já reconheço);
    3) Acentua os negativos;
    4) Tenho dúvidas (quase sempre);
    5) MUITAS VEZES experimento culpa, frustração, desânimo, ansiedade, vergonha, medo, tristeza, o que me leva a SOLIDÃO.
    Se fosse há um ano atrás, acho que a lista seria maior.
    Até que não estou tão mal assim… rsrsrsrs
    Mas o simples fato de (re)conhecê-los, acredito já ser um grande passo.
    Aguardando a parte2! Boa segunda-feira!!!!

  • Natália Araújo

    Boa tarde! Li o artigo despretensiosamente até que me deparei com a lista dos “sintomas de baixa auto-estima” e para a minha total surpresa as minhas instabilidades emocionais se enquadram em 80% dos itens expostos. Passei por um período de depressão de 8 anos e venho me modificando para aprender a lidar com as minhas emoções há 2 anos e 3 meses. Confesso que, até ler este artigo, eu não fazia ideia que algumas reações minhas estavam associadas a baixa de auto-estima. Agora cabe a mim reservar uns minutinhos do dia para refletir e entender como isso tudo se processa dentro de mim para começar o trabalho de “desviciar” o meu organismo viciado nessa prática nociva da “auto-depreciação emocional”. Agradeço por me ajudar a identificar o problema! Belíssimo trabalho…

    • Opa Natália!
      Que bom saber que o artigo ajudou a você! Fico muito satisfeito por contribuir!
      Identificar e reconhecer um problema é o primeiro passo para resolvê-lo!
      Parabéns! Experimente a PAZ!

  • Marli

    Muito pertinente esse assunto da auto estima, espero aprender muito sobre ele, estou precisando pois tenho descoberto que preciso aumentar a minha principalmente, obrigada pela chance de aprender de modo prático e sei que será muito útil. Abraços.

    • Opa Marli! Fico feliz de verdade em estar contribuindo com seu aprendizado. Grato por sua participação!

  • Tamires

    Boa tarde!
    Nossa confesso que por essa não esperava, mas acabo de chegar a conclusão de que provavelmente a baixa auto-estima é um problema que me aflinge! No total me identifiquei com 8 dos sintomas, que costumam ser constantes, a variar de acordo com a circunstância. Bom, mas pelo menos conhecer a existência do problema já é o primeiro passo para supera-lo! Parabéns, mais uma vez!

    • Opa Tamires! Certamente reconhecer o problema é o primeiro passo para superá-lo! Você pode continuar usando a FEFT sobre qualquer um desses sintomas que identificou, e experimentar resultados melhores. 😉
      Grande abraço e obrigado por seu comentário!